VER GALERIA DE FOTOS

 
 

INFORMAÇÕES:

CAMBUCÁ
Plinia edulis

Família: Myrtaceae

Sinônimos
Marlierea edulis
Rubachia glomerata
Myrciaria edulis

Foto: Germano Woehl Junior
Local: Jaraguá do Sul - Santa Catarina
Data: 27/02/2008 

Considerada uma raridade da Mata Atlântica, a espécie está praticamente limitada ao que restou de seu ambiente natural. O cambucá não faz parte da Lista Nacional das Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção do Ministério do Meio Ambiente, mas pode ser classificada como vulnerável de acordo com os critérios da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais).

Dois fatores são apontados como explicação para a atual condição da espécie: a drástica e rápida redução do habitat natural (Mata Atlântica) e o lento crescimento da espécie que demanda de até 12 anos para produzir em condições naturais.

Características
Suas flores são brancas e surgem solitárias ou em grupos no caule e, como nas jabuticabeiras, os frutos do cambucá brotam direto do caule da árvore (veja na foto)

Os frutos tem de 4 a 7 cm de diâmetro, são arredondados e achatados nos pólos, tem a casca lisa, com sulcos de leve relevo longitudinais e coloração intensamente amarelo-alaranjada. Sua polpa é suculenta e também amarelo-alaranjada; seu sabor, que lembra o da jabuticaba, é intenso e de um agridoce balanceado sem adstringência.

A dispersão é feita principalmente pela cotia que aprecia muito as sementes dos frutos do cambucá que caem ao amadurecerem.
 
  • fepema
  • weg
  • frbl
  • johnsonejohnson
  • bvs&a
  • governo_sc
  • avina
  • instituto_hsbc
  • portal_social
  • celesc
  • prefeitura_jaragua
  • fujama
  • Doacao Donate