INTRODUÇÃO
 
 
 

VER GALERIA DE FOTOS

 

AUDIO:

  1. Ouvir
 

INFORMAÇÕES:

TICO-TICO
Zonotrichia capensis (Statius Muller, 1776)

Família: Emberizidae
Nome em Inglês: Rufous-collared Sparrow

Foto: Germano Woehl Junior
Local: RPPN Corredeiras do Rio Itajaí - Itaiópolis - Santa Catarina
Data:15/11/2013


AMEAÇAS
O extermínio de áreas abertas naturais, como os campos, força essa espécie a ocupar ambientes alterados pelo homem. O uso de herbicidas e pesticidas na lavoura, contamina os insetos de que a ave se alimenta. Além disso, o parasitismo de ninhos pelos chopins também prejudica a reprodução dos tico-ticos e pode diminuir muito o tamanho das populações desta ave. O gato doméstico também constribui para consideravelmente para o extermínio do tico-tico.

Descrição
Tamanho aproximado de 15 cm. Apresenta um topete e desenho estriado na cabeça, e colar ferrugíneo. O macho jovem não tem as faixas na cabeça nem o colar, apenas pequenas manchas no peito. Vive em áreas abertas como campos e na falta de disponibilidade desses habitats ocupa áreas urbanas (jardins e praças). 

Alimentação
Aliementa-se de sementes e insetos. 

Reprodução
O ninho tem formato de tigela e é construído com raízes, e ramos de plantas e forrado internamente. É colocado em arbustos, moitas de capins, barrancos e mesmo no chão. A fêmea põe de 3 a 5 ovos verde-amarelados pintados de pontos pardo-avermelhados e a incubação dura 12 ou 13 dias. Os filhotes permanecem no ninho por 12 dias, mas são alimentados pelos pais até 30 dias depois do nascimento. Os ninhos de tico-tico são fortemente parasitados pelo chopim (Molothrus bonariensis), sendo esta uma das possíveis causas do declínio de suas populações, antes muito mais numerosas. 

Observações
Ao anoitecer quando a ave se empoleira para dormir, costuma cantar um canto muito diferente do habitual, chamado “canto noturno”. Ele também utiliza esse canto em situações de susto, por exemplo, na presença de um predador. 

Referências
Aves no Campus: www.seed.pr.gov.br/portals/portal/usp/primeiro_trimestre/imagens/Aves/
*Sick, H. 1997. Ornitologia Brasileira. Ed. Nova Fronteira. Rio de Janeiro-RJ. 

Vídeos do tico-tico tratando os filhotes e cantando


 
  • fepema
  • weg
  • frbl
  • johnsonejohnson
  • bvs&a
  • governo_sc
  • avina
  • instituto_hsbc
  • portal_social
  • celesc
  • prefeitura_jaragua
  • fujama
  • Doacao Donate